• Dra. Maithê

Quando a queda de cabelo passa a ser excessiva?

A troca dos fios de cabelo ocorre constantemente. Mas, a partir de um determinado limite, é preciso consultar um médico.

Queda de cabelo
Queda de cabelo tem ao menos 18 causas

Igualmente temida por homens e mulheres, a queda de cabelo é uma condição que tem inúmeras causas e algumas são difíceis de detectar.

A mais conhecida é a alopecia androgenética (calvicie), cuja incidência é maior nos homens, mas também pode acometer as mulheres.

Além do fator hereditário, existem mais 18 causas que podem provocar queda de cabelo excessiva. Entre elas, destacam-se:

  • Doenças hormonais

  • Deficiências nutricionais

  • Diabetes

  • Estresse

  • Anemia

  • Pós-parto

  • Menopausa

  • Síndrome dos Ovários Policísticos

  • Síndrome de Cusching

  • Síndrome de Adison

  • Infecções

  • Distúrbios da tireoide

  • Doenças do couro cabeludo

A troca dos fios de cabelo ocorre constantemente. Por isso, é considerada normal uma queda diária de 50 a 100 fios.

Porém, quando o volume da queda ultrapassa esse padrão, a perda passa a ser excessiva.

A partir daí, é necessário procurar um médico para investigar, estabelecer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

O tratamento varia para cada caso. Pode ser medicamentoso, hormonal e tópico. Para se obter um bom resultado, alguns tratamentos levam de 3 a 6 meses.










Mitos e Verdades

Dietas radicais podem fazer com que os cabelos caiam mais

Verdade – As dietas radicais podem ser benéficas porque estimulam o metabolismo e animam a pessoa a perder peso. Mas devem ser feitas em prazos curtos e acompanhadas com complexos vitamínicos indicados pelo médico. Assim, é possível evitar a queda de cabelo. Em geral, são receitados biotina, cálcio, ferro, zinco, selênio e vitaminas do complexo B, entre outros nutrientes.

O uso de anabolizantes está relacionado a casos de calvície

Verdade – A testosterona é ótima para ganhar massa muscular e secar a barriga. Mas o seu uso incorreto pode aumentar a oleosidade do couro cabeludo, provocando a queda de cabelo.

Repor vitaminas para queda de cabelos resolve o problema

Mito – Nem sempre a queda de cabelo acontece por falta de vitaminas.






Perguntas do público

1 – Estou tomando anticoncepcional e notei que meus cabelos começaram a cair. Pode haver relação?

Sim, pois a pílula pode estar influenciando os níveis de estrógeno, o hormônio do ovário que atua como um adubo que faz o cabelo crescer. Fale com o seu médico, pois é possível que seja o caso de trocar a pílula.

2 – Tenho depressão e recentemente comecei o tratamento. Porém, notei que meus cabelos estão caindo muito. Será que é por causa dos remédios?

Vários medicamentos que atuam no humor, ansiedade e depressão estão envolvidos com quedade cabelo. Mas você não precisa parar de usar os remédios. O trabalho em conjunto do psiquiatra com o endocrinologista é ideal nestes casos. O endócrino pode verificar qual hormônio esta sendo alterado e receitar soluções para evitar a queda de cabelo.

3 – Minha filha tem 16 anos e recebeu diagnóstico de Hiperplasia Adrenal Congênita e o cabelo dela caiu muito. Gostaria de saber se os cabelos dela voltarão a crescer. Ela está bem triste.

Esta é uma doença da glândula adrenal, que muitas vezes é confundida com a Síndrome dos Ovários Policísticos. Para sanar a queda de cabelo, é necessário verificar qual hormônio está provocando esta reação do organismo e, em seguida, iniciar o tratamento.


106 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo