• Dra. Maithê

Como não ganhar peso no inverno

Nesse período, o cérebro nos estimula a comer mais.

Magreza
Grande parte do que comemos nesta época do ano pode mesmo contribuir com o ganho de peso

Durante o inverno, é comum as pessoas optarem por comidas e bebidas um pouco mais calóricas, tais como fondue de queijo, vinho quente, chocolate quente e sopas com mais carboidratos.


Isso porque, nos dias mais frios, o cérebro sinaliza para comermos mais a fim de manter a temperatura do corpo em 36,8 graus Celsius, tal como necessitam as nossas células e enzimas.


Contudo, o corpo transforma em calor apenas 30% da energia advinda da alimentação.


Assim, grande parte do que comemos nesta época do ano pode mesmo contribuir com o ganho de peso.


Por isso, precisamos mesmo ficar de olho na alimentação, ao longo do inverno.


O ideal é optar por chás quentes e sopas mais leves para garantir o conforto térmico e evitar doces e carboidratos.










Mitos e verdades


1. No inverno o metabolismo diminui.


Mito – No inverno, o metabolismo acelera em 15% para aumentar a produção de calor corporal.


2. Fazer exercícios físicos no frio emagrece mais.


Verdade – O aumento do metabolismo faz com que o corpo queime mais calorias.


3. No inverno, produzimos mais hormônios que fazem engordar.


Verdade – Alguns hormônios buscam compensar o maior gasto de energia. Os níveis do hormônio grelina, por exemplo, sobem para aumentar a fome e a vontade de consumir doces e carboidratos - que fornecem energia com mais rapidez para as células.


4. O risco de desidratação no inverno é menor do que no verão.


Mito – Muitos pensam que no inverno não é necessário beber muita água, já que transpiram menos. Existem estudos que confirmam a diminuição da sede nos dias mais frios, em função de determinadas reações hormonais. Mas esses mesmos trabalhos mostram que as células continuam precisando de água. Por isso, nesta época é necessário se esforçar para tomar água e bebidas como chás sem açúcar. E é preciso dar atenção aos sinais de desidratação: boca seca, pele seca, dor de cabeça, irritabilidade e urina amarela.


5. Bebidas quentes e alimentos gordurosos podem aumentar a saciedade.


Verdade. O alívio do conforto térmico das bebidas quentes pode ser percebido imediatamente. Já os alimentos gordurosos são procurados pelo cérebro para obter energia rapidamente.


6. Comer sopas no inverno sempre emagrece.


Mito – É preciso ter cuidado com a alimentação no inverno. As sopas típicas desta época costumam apresentar muitos carboidratos como batata, mandioca e macarrão. O que se recomenda são as sopas de legumes.


- Alimentos permitidos - brócolis, couve flor couve, abacaxi, maçã, banana, chia, linhaça, arroz integral, suco de acerola, cacau, sopas light, frango, peixes e ovos.


- Alimentos a se evitar – batata, macarrão, arroz, fondue de queijo, achocolatados, bebidas alcoólicas, leite e carboidratos.






Perguntas do público


1 - É verdade que as crianças costumam crescer mais no inverno porque comem mais?


Não necessariamente. A quantidade de alimentos interfere na altura da criança até somente os dois anos de idade. Depois disso, é a qualidade da alimentação que influenciará o ritmo de crescimento.


2 - Sinto frio em exagero e chego a bater os dentes. Isso pode ser alguma doença?


Sim. Pessoas com hipotireoidismo sentem mais o frio. O mesmo se observa em mulheres com baixa testosterona, após a menopausa. É necessário investigar


3 – Como posso diminuir a vontade por doces e chocolates no inverno?


Uma boa solução é aumentar a carga de proteína, pois ela fornece um tempo mais longo de saciedade.


4 – Não consigo beber água no frio, O chá pode ajudar?


Sim, pode ajudar. Evite sucos de frutas, pois são calóricos.


5 – No inverno, minha urina está mais amarelada e escura. O que seria isso?


Isso é sinal de desidratação. Outros sinais deste mesmo quadro são: intestino preso, falta de suor, lábios secos e dor de cabeça. No inverno, é necessário beber água, mesmo sem sede.


51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo