• Dra. Maithê

Bebida pode estragar a dieta

Um copo de cerveja, por exemplo, equivale a quase um pão francês em calorias.

Com relação à bebida alcoólica, a Organização Mundial de Saúde limita em 30 gramas o seu consumo diário

Bebida faz muito bem para a saúde. Desde que o líquido seja água. O restante precisa ser consumido com moderação e conhecimento, quando não simplesmente evitado.


Com relação à bebida alcoólica, a Organização Mundial de Saúde limita em 30 gramas o seu consumo diário – o que equivale a quase duas latas de cerveja ou uma dose de uísque. Este limite precisa ser levado a sério, pois o álcool em excesso diminui a imunidade contra as mais variadas doenças, agrava a gastrite e chega a provocar esteatose hepática e diabetes. Além disso, aumenta a possibilidade de infarto e derrames.


Quem se encontra em dieta hipocalórica, em particular, dieta para esteatose hepática, deve ter muita atenção no momento de apreciar as bebidas alcoólicas. Um copo de cerveja, por exemplo, equivale a quase um pão francês em calorias.


Socialmente, as pessoas com facilidade para engordar podem recorrer à Gim Tônica, que tem apenas 50 calorias por dose. A caipirinha de saquê com adoçante, que tem de 60 a 70 calorias por unidade, pode também ser boa opção. Em ambos os casos, basta moderar a quantidade em função do alto teor alcoólico.


Para este mesmo público, se a ocasião estiver convidativa para um vinho, é preferível o tinto seco, que apresenta menos calorias: 125 por dose. O champanhe, por sua vez, é o vinho mais calórico: 184 por dose.


A cachaça e o uísque, em especial, podem comprometer facilmente a dieta de emagrecimento, pois apresentam até 250 calorias por dose, além de elevado teor alcoólico. Porém , o ideal , é não consumir bebidas alcoólicas.


Refrigerantes


Hoje, de uma forma geral, as pessoas já sabem que os refrigerantes são nocivos para a saúde por conta do elevado teor de açúcar. A bebida do tipo cola, especificamente, pode ainda aumentar a pressão arterial e causar cálculo renal. Porém, muitos ainda ignoram o fato de que as opções “zero caloria” também podem prejudicar o organismo em função de componentes como sódio e conservantes.


Sucos naturais


O suco natural normalmente é visto como ótima opção para a saúde. Contudo, o seu preparo no liquidificador elimina as fibras que são benéficas para o intestino . Alguns Sucos tem alto índice glicêmico e grande quantidade de calorias, pois a frutose das frutas vira glicose.


Assim, apenas um copo de suco feito com 5 laranjas, por exemplo, equivale a 18 saquinhos de açúcar. Com isso, é mais saudável comer a fruta, ao invés de ingeri-la na forma de suco.


Para quem, mesmo assim, não quer abrir mão do suco de frutas, é melhor optar pelos menos calóricos e de menor índice glicêmico, tais como os de limão, maracujá, acerola e morango.


Água de coco é uma ótima opção


A água de coco é uma ótima opção de bebida. Rica em potássio, ela é indicada para a reposição de eletrólitos e minerais após a atividade física ou para casos de desidratação e diarreia. É também recomendada para hipertensão e prevenção de cálculo renal. Cada copo de água de coco tem de 40 a 50 calorias - por isso, seu consumo deve ser restrito a um copo por dia.


Benefícios e contraindicações do café e chás


O café beneficia a saúde, principalmente em função dos antioxidantes presentes em sua composição e por funcionar como estimulante cerebral. Entretanto, deve ser consumido com moderação para não provocar taquicardia, hipertensão e problemas gástricos. A quantidade de cafeína permitida por dia é de 600 mg - o que equivale a 6 xícaras pequenas.


O chá é também bastante saudável. A erva-mate, por exemplo, que é muito apreciada pelo brasileiro, beneficia o estômago, entre outras propriedades. Contudo, os chás feitos com mate ou qualquer outra erva devem ser consumidos com moderação porque tanto apresentam benefícios como possíveis contraindicações.


Leite evita osteoporose


O leite é muito importante para a saúde, principalmente para crianças e adolescentes. Está cientificamente comprovado que quem não toma leite corre o risco de desenvolver osteopenia e osteoporose. O leite tem proteínas de alto valor biológico para o cérebro. É rico em vitaminas B1 e B2, além de vitamina A, que é importante para a saúde dos olhos.

Quem tem colesterol alto deve usar o leite desnatado ou o semidesnatado. Quem tem intolerância à lactose deve usar as versões sem lactose.


Nem todos podem consumir isotônicos


O isotônico é indicado para ser consumido após os exercícios físicos, com o propósito de repor sais minerais como sódio e potássio, além de carboidratos. Contudo, nem todos podem fazer uso do produto, já que apenas uma garrafa de isotônico contém entre 5 e 16 vezes mais sódio do que uma lata de refrigerante. Por isso, ele deve ser evitado por quem não faz exercícios físicos e ainda por hipertensos e pessoas com insuficiência cardíaca ou doenças renais. Para quem pode, o seu consumo deve ser de acordo com a intensidade da atividade física. Existe, inclusive, fórmula para isso.

436 visualizações
Clínica Dra. Maithê P. Tomarchio
Rua Maestro Cardim, 407, Conjunto 608 - Bela Vista - São Paulo - SP
Telefones: (11) 3283-1333 / (11) 2495-6172
Desenvolvimento: