1. Intolerância à lactose

A intolerância à lactose, também conhecida como deficiência de lactase, é a incapacidade que o corpo tem de digerir lactose - um tipo de açúcar encontrado no leite e em outros produtos lácteos.

Existem três tipos de intolerância à lactose:

  • Intolerância à lactose primária, resultado do envelhecimento - algo comum em pessoas de idade mais avançada;
     

  • Intolerância à lactose secundária, resultado de alguma doença ou ferimento;
     

  • Intolerância à lactose congênita, quando a pessoa já nasceu com o problema.

Quando prucurar seu médico

 

Os sintomas de intolerância à lactose geralmente começam de trinta minutos a duas horas depois da ingestão de alimentos ou bebidas que contenham lactose. Entre os sintomas estão:

  • Diarreia;
     

  • Náusea e às vezes vômito;
     

  • Dores abdominais;
     

  • Inchaço.
     

Oos sintomas apresentam intensidade que varia de acordo com a ocasião, mas costumam ser amenos.

Previna-se

Caso perceba os sintomas acima e suspeitar que eles estejam ligados à ingestão de lactose, procure um médico e explique a situação. Existem exames para fechar o diagnóstico.

Causas

  • Idade: conforme os anos vão passando, as chances de se desenvolver intolerância à lactose aumenta;
     

  • Etnia: intolerância à lactose é mais comum em negros, asiáticos, hispânicos e indígenas;
     

  • Nascimento prematuro: bebês que nasceram prematuramente apresentam menos lactase no organismo, porque a produção desta enzima aumenta somente no final do terceiro trimestre da gravidez
     

  • Doenças: algumas condições que afetam o intestino delgado podem afetar a produção da enzima lactase, levando à intolerância à lactose, como a doença de Crohn

2. Intolerância ao Glúten


A intolerância ao glúten não celíaca é a incapacidade ou dificuldade de digestão do glúten. É uma doença auto-imune.

O glúten é uma proteína presente no trigo, no centeio e na cevada.

A intolerância ocorre quando o glúten danifica as paredes do intestino delgado, provocando diarreia, dor, inchaço abdominal e dificuldade de absorção de nutrientes.

Na doença celíaca, por outro lado, também ocorre intolerância ao glúten. Mas, neste caso, há uma reação do sistema imunológico causando um quadro mais grave, com inflamação, dores intensas e diarreia frequente.

Quando procurar seu médico 

Assim que persistirem estes sintomas:
 

  • Diarreia frequente, de 3 a 4 vezes ao dia, com grande volume de fezes;
     

  • Vômito persistente;
     

  • Irritabilidade;
     

  • Perda do apetite;
     

  • Emagrecimento sem causa aparente;
     

  • Dor abdominal;
     

  • Abdômen inchado;
     

  • Palidez;
     

  • Anemia ferropriva;
     

  • Diminuição da massa muscular.

Em alguns casos, o indivíduo pode não apresentar nenhum destes sintomas e a intolerância ao glúten só ser descoberta após a manifestação de outros sintomas decorrentes da doença, tais como: baixa estatura, anemia refratária, esterilidade, artralgia, prisão de ventre crônica e osteoporose.

Previna-se 

 

As causas da intolerância ao glúten podem ser genéticas ou devido à permeabilidade intestinal alterada.

 

Dicas 

Estima-se que 1% da população tenha a doença celíaca;

 

A doença é uma lesão do intestino delgado causada por uma reação alérgica grave ao glúten de trigo.

 

Se você perceber  que tem abdomen distendido, gases, mal estar apos ingerir gluten, procure seu Endocrinologista

Vídeos

Doença Celíaca X Intolerância

Programa Mulheres - TV Gazeta - 22/10/2019

Doença Celíaca

Programa Mulheres - TV Gazeta - 03/04/2018

Alergia e intolerância alimentar

Programa Mulheres - TV Gazeta - 04/01/2016

Doença Celíaca

Programa Mulheres - TV Gazeta - 24/03/2015 

Doença Celíaca

Programa Mulheres - TV Gazeta - 05/03/2015