O que é

A Endocrinologia significa o estudo das glândulas e doenças relacionadas. Como muitos hormônios produzidos por estas glândulas alteram todo o mecanismo de funcionamento do organismo , estuda-se também o metabolismo (funcionamento) de todos os órgãos e sistemas do corpo humano.

 

Ramos de maior atuação

  • Obesidade

A obesidade no Brasil acomete 68% dos adultos e 33% das crianças.  

É fator de risco para diversas doenças como diabetes, hipertensão, esteatose hepática, infarto e derrame.

O tratamento orientado pelo especialista evita uma série de complicações cardiovasculares e ortopédicas, além dos fatores emocionais.
 

  • Crescimento

 

Uma criança saudável tem um crescimento normal O crescimento deficiente ou excessivo pode ocorrer em função de alterações hormonais, nutricionais ou genéticas.

 

  • Diabetes

 

Trata-se do distúrbio da glândula pancreática que prejudica a produção de insulina, ocasionando o excesso de açúcar no sangue.

 

Valores de glicemia em jejum maiores ou iguais a 126mg/dL caracterizam o diabetes.

 

Novos tratamentos revolucionaram a maneira de encarar e tratar esta patologia.

 

A perspectiva de vida e o bem-estar dos pacientes melhoraram muito com novos medicamentos. 
 

  • Excesso de Pelos

Mulheres com excesso de pelos na face (hirsutismo), acne ou aumento da musculatura podem estar com produção excessiva de hormônios masculinos.

 

Com relação a este tipo de quadro, doenças com Síndrome do Ovário Policístico e Hiperplasia Adrenal Congênita devem ser investigadas.
 

  • Doenças da Glândula Supra-Renal

 

Esta é uma glândula situada no polo superior dos rins. Aumento de peso, estrias avermelhadas, pelos excessivos, pressão alta ou baixa, puberdade precoce, além do escurecimento da pele, podem significar problemas na glândula supra-renal.

  • Distúrbios da Puberdade

 

O surgimento dos caracteres secundários (mamas, pelos pubianos , aumento do volume escrotal e outros) tem um tempo certo de ocorrer para não atrapalhar o crescimento e desenvolvimento das crianças. Quando isto ocorrer antes do tempo, denomina-se puberdade precoce . Se ocorrer depois, caracteriza-se a puberdade tardia.
 

  • Distúrbios da Menstruação

Alterações no ciclo menstrual (ausência ou mais de uma vez ao mês) podem significar problemas hormonais. Por isso, exigem investigação e tratamento adequado.
 

  • Doenças da Hipófise

É a glândula mestre do corpo, que leva informações para muitas outras glândulas trabalharem.

 

Se, por exemplo, a produção de prolactina estiver acima do normal, é possível haver um aumento de cefalia, que é a alteração do ciclo menstrual ou galactorreia - saída de leite das mamas sem que a mulher esteja grávida ou em aleitamento materno. Entre outros vários exemplos, se ocorrer excesso de GH (hormônio do crescimento), é possível haver uma doença chamada de acromegalia, que afeta os ossos e a parte cardíaca.

  • Reposição Hormonal da Menopausa

A reposição hormonal é um tratamento eficaz, feito com hormônios iguais aos da própria mulher, para amenizar o desconforto e riscos causados pela menopausa.

O ato de repor hormônios depende de fatores de risco e sintomas apresentados pela paciente .

 

  • Osteoporose

A osteoporose é uma doença endócrina, que se dá pela perda da trabécula óssea.

 

Dores nos ossos e fraturas frequentes podem significar enfraquecimento ósseo. Procure seu endocrinologista. Ele pode diagnosticar e indicar o tratamento adequado.
 

  • Andropausa

Os hormônios masculinos diminuem com o passar da idade dos homens.  Nesse caso, algumas pessoas podem sentir cansaço, perda de memória ,diminuição da força muscular e disfunção sexual, necessitando da ajuda do especialista para fazer reposição hormonal.
 

  • Tireoide

 

A tireoide cuida de todo o metabolismo do corpo.

 

Em caso de enfermidade nesta glândula, deve-se não apenas investigar a sua função, considerando a hipo ou hipertireoidismo, mas também possíveis nódulos a fim de descartar a ocorrência de câncer.

Voltar para a home